Saúde: SMS gratuito ajuda no tratamento da asma

Programa de mensagens pelo celular auxilia no controle e dá dicas de convívio com a doença, que mata oito pessoas por dia no Brasil e se agrava no inverno.

A asma atinge mais de 6 milhões de brasileiros (acima de 18 anos), com oito mortes por dia no país, segundo o Ministério da Saúde. E para quem tem o problema, o inverno é sinônimo de crises e internações. Especialista em desenvolver soluções digitais para o segmento de saúde, a startup Tá.Na.Hora (www.ta-na-hora.com) apresenta o AsmaSMS (asmasms.ta-na-hora.com), para auxiliar as pessoas que sofrem com a asma a prevenirem crises e conviverem melhor com a doença.

A data de lançamento ocorre junto com a chegada do inverno, 20 de junho, e antecede o Dia Nacional de Combate à Asma (21 de junho). O programa também pode ser usado por familiares que desejam se informar sobre o problema. Além de lembretes para tomar o remédio, o AsmaSMS envia dicas, alertas e sugestões de links úteis. A plataforma faz com que a população conheça os sintomas e procure ajuda médica antes. Para quem foi diagnosticado, traz orientações sobre como usar as bombinhas, por exemplo.

“O objetivo do programa é auxiliar tanto pais que têm filhos asmáticos – período em que a doença se apresenta de forma mais agressiva, segundo estudos – como adolescentes ou adultos que se esquecem de tomar o medicamento preventivo ou querem viver melhor com a condição”, esclarece Michael Kapps, cofundador da Tá.Na.Hora. Assim como em outros projetos, a startup quer levar essa tecnologia a toda população de forma gratuita para incentivar uma mudança de comportamento.

Além de auxiliar pessoas que sofrem com a asma, o programa também pode ser utilizado na iniciativa privada, como aponta o médico Alexandre Bomfim, especialista em medicina preventiva: “Outro uso é para hospitais, planos e serviços de saúde em geral, que poderão desenvolver protocolos de relacionamento com os pacientes baseados nessa tecnologia, diminuindo internações e melhorando o desfecho clínico de intervenções”.

O programa AsmaSMS é gratuito e tem um mês de duração, a partir do cadastro do usuário. Para receber informações via SMS, os interessados devem se inscrever no site asmasms.ta-na-hora.com, que também oferece conteúdo adicional. Na página dá para selecionar qual tipo de mensagem deseja receber, como: avisos para tomar o medicamento, dicas para convívio com a doença e/ou ser direcionado para sites especializados. Um familiar pode ainda cadastrar outra pessoa, idoso ou adolescente, por exemplo.

TIRA-DÚVIDAS SOBRE A ASMA

O que é?

A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas que leva a crises de falta de ar. É recorrente, não tem cura, mas é tratável. É mais comum em crianças, mas pode surgir na vida adulta e até na terceira idade. Atinge cerca de 10% dos brasileiros e 13,3% das crianças (faixa etária de 6 a 7 anos).

Sintomas: tosse, dificuldade para respirar, dor e chiado no peito.

A asma piora:

  • À noite
  • Ao acordar
  • Com infecções respiratórias
  • Com exposição a substâncias irritantes, como poeira ou cheiros fortes
  • Com mudanças climáticas
  • Em situações de estresse

Fonte: Programa AsmaSMS (asmasms.ta-na-hora.com), da startup Tá.Na.Hora

Tá.Na.Hora

 

Sobre a Tá.Na.Hora

Fundada em 2013, oferece soluções para a gestão, educação e o monitoramento da saúde via SMS e chats online criados para ter conversas interativas e induzir a mudança de comportamento. Além de atuar com a prevenção de doenças, como Zika e Dengue, por exemplo, a Tá.Na.Hora desenvolve projetos com foco na melhoria da qualidade de vida, como o AsmaSMS e o SMS Bebê. www.ta-na-hora.com.

press works

 

 

Fontes:
Texto: Press Works
(Da Redação)
Foto: Divulgação

Quer publicar um release em nosso portal? Entre em CONTATO.

Posts relacionados