Robô de implante capilar é nova arma contra a calvície

Aparelho utiliza tecnologia para escolher fios mais saudáveis e gerar resultados melhores em menos tempo.

Quando os cabelos caem e as entradas aumentam, o medo de ficar careca bate à porta. A novidade para reverter os efeitos da calvície é um robô que utiliza tecnologia de míssil russo para localizar e extrair os melhores folículos, agilizando o processo para implante e aperfeiçoando o resultado. O índice de perda do fio após o procedimento é de 3 a 5%, contra 15 a 20% com o método manual. No Brasil, o tratamento está disponível no Centro de Medicina Capilar – CMC (www.centrodemedicinacapilar.com.br).

Clique na imagem para ver o vídeo - YouTube

Clique na imagem para ver o vídeo – YouTube

 

O aparelho escaneia e escolhe os folículos mais saudáveis para serem enxertados manualmente pelo médico na superfície calva. Se na coleta manual o tempo total de implante dura até 10 horas, com auxílio robótico o processo é feito em 4 horas. Para se ter uma ideia da eficiência, no período em que um médico retira 4 mil fios, o robô retira 10 mil.

O robô Artas foi criado em 2011, nos Estados Unidos, mas seu uso no Brasil foi liberado somente em 2015 pela Anvisa. “A extração é mais precisa, pois utiliza um algoritmo de inteligência artificial. A cirurgia é indolor, com anestesia local, sem pontos e a cicatrização ocorre naturalmente em três dias”, detalha Gustavo Sartorato, médico pesquisador sobre queda de cabelo, fundador do CMC e com 12 anos de experiência.

O fundador da clínica explica que quanto antes o interessado procurar ajuda, maior a chance de sucesso. “Se tem cabelo fraco, conseguimos fortalecer. Quando o poro já fechou, não dá para tratar clinicamente. O Centro de Medicina Capilar tem unidades em Curitiba, Florianópolis, Blumenau, Balneário Camboriú, Criciúma e Passo Fundo. “Recebemos clientes de todo o Brasil e até de outros países. Realizamos outros métodos de implante, mas o robô é o grande diferencial”, finaliza.

Tantas vantagens geram uma fila de espera de até três meses para o implante com o robô. O Centro de Medicina Capilar é o primeiro do Conesul a realizar transplantes capilares com a tecnologia Artas e Florianópolis é a única capital da Região Sul do Brasil que a utiliza. A clínica também é a única das Américas que opera em ambiente hospitalar com UTI de ponta, com toda a segurança ao paciente. O Centro ainda oferece translado gratuito entre aeroporto, hotel e clínica. Em breve, será inaugurada nova sede na Avenida Trompowsky, considerada a área mais nobre da capital de Santa Catarina.

Sobre o Centro de Medicina Capilar (CMC)

Clínica especializada em saúde capilar que oferece atendimento clínico e cirúrgico para homens e mulheres. Foi criada há 12 anos pelo médico Gustavo Sartorato, pesquisador sobre queda de cabelo com cursos no exterior. O centro é o primeiro no Conesul a realizar transplantes capilares com auxílio de robô. Além da sede em Florianópolis, possui unidades em Balneário Camboriú, Criciúma, Blumenau, Curitiba e Passo Fundo. www.centrodemedicinacapilar.com.br.

press works

 

 

Fontes:
Texto: Press Works
(Por Fernanda Pilão)
Foto: Divulgação

Quer publicar um release em nosso portal? Entre em CONTATO.

Posts relacionados