Ao investir numa franquia, esteja atento: ideia nova ou modismo?

Mesmo sendo uma opção mais segura para quem quer investir em um negócio próprio, as redes de franquias devem ser estudadas antes de se assinar um contrato. Um dos pontos principais a ser verificado é se o setor de atuação é um modismo momentâneo ou uma ideia nova que irá permanecer. Mais do que pensar apenas naquilo que será tendência neste e nos próximos anos, é necessário saber avaliar setores que garantam total longevidade ao negócio.

Em 2015, mais de 13 mil unidades franqueadas fecharam as portas no Brasil. Segundo a mais recente pesquisa realizada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) em 2016, aproximadamente 10 redes faliram. Algumas opções de franquias investem na inovação, sem risco de ficar démodé, garantindo sucesso ao franqueado.

Recém-lançada como franquia, a Arena Baby aposta em uma reinvenção do brechó para bebês e crianças, onde o conceito é que o cliente leve produtos seminovos que o seu filho já não usa mais e gere crédito, que vale como dinheiro, na compra de outros itens (que podem ser novos). A maioria dos artigos à venda é de 40 a 70% mais baratos do que lojas convencionais.

As unidades modelo chegam a faturar cerca de R$60 mil ao mês. Para se tornar um franqueado, o investimento inicial é de R$250 mil. Mais informações em: www.arenababy.com.br

No setor de alimentação, a rede Cubs Fast Food opta pela cozinha descomplicada e traz o conceito da comida de rua canadense. As opções variam de acordo com o gosto do cliente, tendo inclusive uma alternativa totalmente vegana em seus hot-dogs gigantes de 22 cm, regados com uma grande quantidade de recheios e molhos especiais feitos pela casa. Para se tornar um franqueado o investimento inicial é de R$ 159.900 mil. Mais informações em: www.cubsbrasil.com.br

Promissor, e não é novidade para ninguém, o setor de tecnologia evolui cada vez mais e passa longe de ser considerado apenas modismo. A utilização de computadores, tablets e a “Internet das coisas”, como vimos acontecer, é apenas o começo de uma nova era. Alguns negócios começaram no exterior e vieram para o Brasil trazendo conhecimento e outras habilidades para ajudar o país a se tornar referência em tecnologia, como é o caso da  SuperGeeks, primeira e maior escola de Programação e Robótica (Ciência da Computação) para crianças e adolescentes do Brasil,  que já atende 3 mil alunos. A rede oferece cursos destinados a crianças dos cinco aos dezesseis anos de idade e seu principal objetivo é ensinar de maneira divertida e criativa crianças e adolescentes a criarem tecnologias, estimulando também a formação de programadores e de uma geração que não seja apenas consumidores de tecnologia.  Com mais de 30 unidades em operação, a SuperGeeks pretende finalizar o ano com 80 franquias. Sem concorrência, a rede exige um investimento inicial de no máximo R$ 200 mil para quem deseja se tornar um franqueado. O faturamento médio da unidade pode chegar à R$ 100 mil no quarto ano de atuação, já o lucro médio mensal é de 25% a 30% a partir do primeiro ano de atuação. Mais informações: http://SuperGeeks.com.br

Outra rede que passa longe de ser sazonal é a KMC, rede de marketing que oferece consultoria também em vendas, desenvolvem campanhas, sites, lojas virtuais, logomarca, sistemas e cria a identidade visual de uma empresa. Ao apostar na KMC, o franqueado tem somente a preocupação de atender os clientes e acompanhar o desenvolvimento de seus projetos e campanhas. Com 08 unidades no Brasil e uma nos Estados Unidos, a KMC espera alcançar 30 franquias este ano. O investimento inicial na franquia é a partir de R$ 19.900,00 (Home Based), R$ 59.900,00 (Office) e R$ 99.900,00 (Master). Mais informações pelo site  www.kmcfranquia.com.br

Um setor que também vem se destacando é o de cuidador de pessoas. A Home Angels é pioneira no Brasil em rede de franquias para prestação de serviços de Cuidadores de Idosos treinados e supervisionados para clientes de alto poder aquisitivo.

A franquia Home Angels está cada ano mais alinhada com a tendência de mercado. Isso porque de acordo com a 68ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), foram realizadas avaliações com pesquisadores sobre o envelhecimento da população brasileira que, até 2025, deve chegar a 31,8 milhões de pessoas.

A partir de R$ 20.000,00, é possível tornar-se proprietário de uma franquia de cuidadores de pessoas, na qual o faturamento médio mensal pode chegar a R$ 70 mil. Para mais informações acesse: http://www.homeangels.com.br/

Informações para a imprensa:

Lucky Assessoria de Comunicação
Adilson Mendes / Adriana Guedes / Daniela Albuquerque / Renata Ferro
(11) 5573-4777
lucky@luckyassessoria.com.br
www.luckyassessoria.com.br

 

 

Fontes:
Texto: Lucky Assessoria de Comunicação
(Por Adilson Mendes)
Foto: Internet

Quer publicar um release em nosso portal? Entre em CONTATO.

Posts relacionados