Rede de franquias aumenta em 132% o número de vendas de planos de saúde e seguro de vida após pandemia

nutrilite

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou, em 05 de maio, os dados do setor de planos de saúde relativos ao mês de março. No período, o setor totalizou 47.107.809 beneficiários em planos de assistência médica em todo o Brasil, registrando crescimento em relação a março de 2019 que era de 46.874.353.

Já a pesquisa da plataforma Bidu mostrou que, entre março e abril de 2020, houve um aumento de 150% no número de consultas e cotações de seguro de vida, comparado ao mesmo período em 2019. O percentual mostra ainda que o interesse das pessoas pelo seguro de vida mais que dobrou.

Isso evidencia uma realidade que a TSValle tem vivido de perto. Conhecida por ser uma rede de nanofranquias em formato home office, especializada na comercialização dos mais variados tipos de seguro e com mais de 100 colaboradores trabalhando diretamente de casa, a corretora tem prosperado mesmo em tempos de pandemia.

“Nestes dois últimos meses tivemos não só a procura, mas sim a adesão de novos contratos de planos de saúde e seguros de vida, que resultou num aumento de 132%. Não tínhamos certeza sobre como as pessoas iriam reagir em tempos de coronavírus, mas estamos vendo com bons olhos a preocupação delas em relação à saúde e segurança financeira em caso de uma situação mais adversa”, explica Bruno Bronetta, CEO da TSValle.

O empreendedor comenta ainda que no atual cenário houve também um crescimento do mercado de seguros empresarial e financeiro, mas em contrapartida, também observou a queda exponencial do seguro viagem e na procura por consórcios. Por isso, salienta a importância de contar com uma equipe de corretores que tenha amplo conhecimento do meio em que atua para se adaptar quanto aos produtos e serviços a comercializar junto às operadoras em situações tão inesperadas como a atual. “Vender apenas um ou dois tipos de seguros poderia ter colocado a TSValle em uma situação muito diferente da que estamos vivendo agora”, comenta o CEO.

Adaptação para o futuro – De acordo com a notícia publicada pela Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada, das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros (Fenacor), a adaptação ao pós-coronavírus fortalecerá o setor. Em um webinar realizado em 13 de maio, pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), que contou com a presença dos presidentes da própria instituição e da FenSeg, FenaSaúde FenaPrevi e FenaCap, todos afirmaram que a crise aumentou a consciência das pessoas sobre riscos e a importância da prevenção e proteção. Acreditam também que, após o período de crise econômica causado pela pandemia, haverá um novo ciclo virtuoso de desenvolvimento.
Em concordância com Bronetta, que tem visto o home office como um modelo de negócios desde o início da fundação de sua empresa, todos os presidentes foram unânimes em afirmar que esta forma de trabalho veio para ficar. O previsto é que os escritórios vão encolher para equilibrar uma receita menor com bons resultados.

Obviamente é importante que haja uma preparação para mudanças. Embora não se saiba ainda como será o “novo normal”, o que se percebe é o reconhecimento da importância do corretor de seguros, bem como do conhecimento atualizado desses profissionais para que estejam na ativa e saibam como assessorar da melhor forma possível o cliente no momento pós-pandemia.

“Mais do que nunca, o corretor precisa estar preparado para o mundo digital e para enxergar as oportunidades que o mercado propicia. Acredito que o profissional precisa acompanhar a evolução digital, e mais do que isso, consumir e realmente entender a importância do que está vendendo. Dessa forma criará um laço de confiança com o seu cliente”, conclui Bronetta.

Sobre a TSValle
O modelo de negócios da rede TS Valle é de microfranquias, em formato home office, com investimento inicial de 10 parcelas de R$ 890,00. O custo mensal de manutenção de cada unidade franqueada é de R$ 400,00, que corresponde à taxa de marketing e acesso ao sistema de gestão e prospecção de clientes. O retorno do investimento inicial (payback) dos franqueados da rede TSValle ocorre em média aos 07 meses de operação, sendo o prazo máximo de 12 meses – um terço do contrato de 03 meses de cada unidade franqueada. A rede de franquia oferece treinamento presencial e online a todos os franqueados, não sendo necessário ter experiência na área para atuar na rede.

captura


Veja também:

Oportunidade de Renda Extra
. A Fórmula do Crédito
. Aulas de Manicure e Pedicure (Iniciante) Faby Cardoso
. Carol me Ensina – Inglês
. Caseirinhos da Marrara

. Curso Instagram Para Iniciantes
. Curso Maquiagem na Web
. Dieta de 30 Dias

Dinheiro Online – Passo a Passo
Doces Quadrados | TopShow Doces

. Fórmula Negócio Online

 

Fontes:
Texto: Grupo Image
(Por Fabiana Cardoso)
Foto: Divulgação

Quer publicar um release em nosso portal? Entre em CONTATO.

Posts relacionados