Repasse de franquia ajuda empreendedores durante a pandemia do novo coronavírus

freemarket

*Por Camila Miglhorini.

As dificuldades econômicas causadas pela pandemia do novo coronavírus tem levado alguns empreendedores a fecharem seus estabelecimentos de forma definitiva. A dificuldade em manter a atividade está intrinsecamente ligada a falta de capital de giro para sobreviver nestes tempos de queda no movimento e alta no desemprego. Esses negócios são, na sua grande maioria, pontos comerciais tradicionais que já sobreviveram a outras crises menores, mas que, diante da proporção desta, não estão resistindo às intempéries da vez.

No entanto, há uma saída que vem sendo utilizada para quem investiu no segmento de franquias e hoje, não dispondo de receita, quer recuperar o dinheiro investido sem a necessidade de abaixar definitivamente as portas, deixando a clientela órfã do bom atendimento e dos produtos ofertados. É o repasse de franquia, uma solução que além de evitar o prejuízo ao franqueado atual, mostra-se como uma oportunidade para quem necessita empreender por necessidade. Sem contar que é uma excelente estratégia para as redes franqueadoras manter o número de lojas em operação, salvaguardando unidades em risco.

O repasse de franquias é uma prática que ocorre não só pela dificuldade financeira do franqueado, mas também por motivos como mudança de cidade, aposentadoria e até mesmo pelo fato do mesmo não ter mais interesse em atuar. Em relação ao futuro franqueado, ou seja, aquele que vai adquirir o ponto, a franqueadora deve estar à frente de toda negociação, pois é ela quem vai aprovar o novo empreendedor. Lembrando que o processo de escolha deve obedecer todas as fases da seleção, que inclui estudo do perfil socioeconômico do candidato, assim como seu apreço pelo segmento em que atua.

Entre as vantagens para quem vai adquirir uma franquia de repasse está na rápida operação, já que o novo dono recebe um negócio pronto e pode contar com os colaboradores que já atuavam no local, dispensando obras, treinamento de equipe e ainda com uma cartela de clientes já habituada a frequentar o local. O repasse de franquias é sim uma operação rentável e que, sobretudo em tempos de crise, como a pandemia do coronavírus, está ajudando ainda mais franqueados, franqueadoras e novos empreendedores.

Camila Miglhorini, (38), formada em administração de empresas é CEO do Mr. Fit, rede de franquias  de alimentação saudável, fundada por ela em 2013 após ter dificuldades de encontrar um local que oferecesse uma alimentação rápida e saudável, em um mundo repleto de produtos artificiais e industrializados. Atualmente comanda com olhos bem atentos a rede formada por mais de 330 unidades distribuídas pelo país.

fornecedores vip brasil


Veja também (Amostra Grátis para Saúde):


. Cabelos
. Queima de Gordura
. Articulações
. Qualidade do Sono
. Menopausa

. Aumento de Imunidade
Diabetes
Antiestresse/Felicidade
Hipertensão
Articulações/Inflamações
. Dedempenho Sexual Masculino

 

Fontes:
Texto: Markable Comunicação
(Por Marcia Cristina)
Foto: Divulgação

Quer publicar um release em nosso portal? Entre em CONTATO.

Posts relacionados